Ninguém Duas Vezes (1984)

Revenir Jamais

Produção Rodagem: Ago 1982/83

N/C

107 min

Drama   Mistério  

Realização:  ·  Jorge Silva Melo

Argumento:  ·  Jorge Silva Melo

Portugal, 1983. Um pintor, Bernd Hoffmann viaja até Lisboa - onde esteve em 1974 - para realizar uma exposição conjunta com Hanna Brauer. Porém, a artista não aparece. Na expectativa desse encontro, Bernd revê amigos seus, do período revolucionário, que também se perdem nos dias que passam...
[Fonte: José de Matos-Cruz, O Cais do Olhar, 1999, p.219]

Lisboa, 1983, é a segunda das vezes para as personagens deste filme. Da primeira, na mesma cidade, em 1975, sabe-se em elipse. Em oito anos, o país está muito diferente e os dois casais protagonistas de NINGUÉM DUAS VEZES também. Uma mala sem dona no tapete rolante de um aeroporto, Lisboa como não-lugar, depois de ter sido lugar de tudo. “É uma obra atravessada por imensa tristeza, muito mais do que por imensa aflição. É o filme de quando todos – e tudo – foram embora”.
[João Bénard da Costa]

Equipa

Entidades [#4]:
  • Tobis Portuguesa · Laboratório de Imagem
  • Nacional Filmes · Registo de Som
  • Doperfilme · Distribuição
  • Fundação Calouste Gulbenkian · Patrocínio
Exteriores [#1]:
    Lisboa |
Estreias [#2]:
  • 1984-09-09 | Festival de Veneza, a Concurso, 1ªs Obras | 1a Apresentacao
  • 1985-04-25 | Quarteto | Estreia
Imagens [#3]:
  • ...

  • ...

Dados Técnicos:
Cor | Mono | 35 mm | 1.66: 1 |

Outras informações:
Título de Rodagem: Mais Dia, Menos Dia
Co-produção Luso-franco-alemã

Festivais e Prémios:
# 1984 - Festival de Veneza, Primeiras Obras - a Concurso
# 1985 - Aix-en-Provence - Prémio da Crítica
# 1986 - Aveiro - Menção Honrosa, se7e de Ouro às Melhores Interpretações Masculina (Luís Miguel Cintra) e Feminina (Manuela de Freitas)

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB