Sobre o projeto

A UBI tem o primeiro curso de cinema criado nas universidades públicas em Portugal. Tanto o curso de Licenciatura como o de Mestrado têm o estudo do Cinema Português como unidades curriculares obrigatórias - o que é mais uma novidade no panorama académico português. Nos anos iniciais destes cursos, pudemos facilmente constatar que a cultura cinematográfica dos estudantes que aqui chegam está marcada por hábitos de visionamento e leitura criados e alimentados pelo sistema de distribuição e exibição comercial dominante e pela televisão. Neste panorama, que mais não é que uma amostra significativa do que se passa no universo dos espectadores em Portugal, não surpreende que o Cinema Português, mais do que minoritário, seja ignorado em absoluto ou apenas referenciado em função de telefilmes recentes e antigos preconceitos. Com a "revolução informática", este cenário tem vindo a alterar-se significativamente. O acesso ao espólio dos filmes realizados em Portugal tem vindo a aumentar em formato digital. A Cinemateca Portuguesa tem online cerca de quinhentos vídeos das primeiras décadas do nosso cinema. A RTP, que mantém uma boa relação com o cinema, está também a colocar online inúmeros vídeos que fazem parte do seu arquivo. Recomendamos a experiência única do visionamento dos filmes em sala (em boas salas como as da Cinemateca), sempre que possível. Um dos objectivos desta base de dados é a divulgação do cinema português e a promoção dos seus filmes, realizadores, produtores, actores e técnicos. Este espaço aberto elege o Cinema Português como seu objecto de estimação e, deste modo, pretendemos contribuir para dar mais visibilidade ao cinema Português através da recolha, processamento e difusão da informação. As edições da Cinemateca Portuguesa são a nossa principal fonte, sobretudo no que respeita aos filmes do século XX. Actualmente é a própria internet que nos proporciona um acesso às produtoras, ás organizações de Festivais e instituições como, por exemplo, o ICA. Registamos ainda com agrado o envio crescente de informação por iniciativa de realizadores e produtores. Agradecemos, também, todas as chamadas de atenção para os erros que sempre acontecem em projectos deste tipo. Apelamos à vossa participação neste "clube de amigos" do Cinema Português. Bem-haja pelo vosso apoio e preferência. [2017-09-30]