Eternidade (1992)

Produção Rodagem Out/Nov 1989

M/14

101 min

Drama  

Realização:  ·  Quirino Simões

Depois de longos anos distante da sua terra natal, Juvenal retorna à Ilha da Madeira. A morte de sua esposa ajuda-o a tomar esta decisão.
Logo à chegada verifica as alterações havidas na vida local assistindo, no aeroporto, aos protestos populares violentamente reprimidos pela polícia.
Porém, através da influência de seu irmão Álvaro, conservador enfeudado ao regime vigente, Juvenal é apresentado à sociedade local e obtém emprego.
Álvaro, notando as fortes tendências liberais do irmão, procura, através de Locratelle, uma charmosa e sensual devoradora de homens, travar os ideais do irmão que, apercebendo-se das intenções desta, liberta-se partindo para a fazenda que vai passar a dirigir.
O seu contacto com os trabalhadores rurais vítimas de exploração aviva os seus ideais levando-o a um trabalho de consciencialização daqueles, situação que lhe acarreta dissabores com o duro capataz da fazenda e o torna alvo da desconfiança das autoridades.
Entretanto, numa deslocação cidade, a convite do seu irmão Álvaro, para um jantar social a que estavam presentes os poderosos locais, Juvenal é surpreendido pela aparição de Elisabeth, uma jovem inglesa por quem, ainda estudante, estivera apaixonado.
Apesar dos longos anos passados, a visão de Elisabeth reavivou os seus sentimentos amorosos. Desta situação, conhecida de Álvaro, procurou este tirar partido para conseguir aquilo que não tinha obtido com Locratelle. Apercebendo-se disso, Juvenal regressa à fazenda, onde depara com uma greve dos trabalhadores. Juvenal assume a liderança das negociações conseguindo obter a satisfação de algumas das reivindicações dos mesmos que o passam a considerar seu líder.
Passado algum tempo e surpreendido com a visita de Elisabeth que lhe confessa a trama tecida por Álvaro e seu marido, um rico industrial inglês, confessando, igualmente, que ainda o amava. A partir daí o relacionamento entre eles passou a ser cada vez mais íntimo.
Elisabeth parte para Londres e a situação na ilha agrava-se dia a dia, acabando por se transformar em tragédia, quando, à frente de uma enorme manifestação popular reprimida a tiro pelas forças policiais, Juvenal é ferido e segue sob prisão para o hospital.
Decorrido algum tempo, na prisão da Ilha, Juvenal recebe a visita de Elisabeth que lhe comunica ter sido condenado a prisão a ser cumprida na Ilha do Sal mas, também, que iria ser pai e que ela o seguiria para onde quer que fosse. No dia do embarque em que Juvenal é levado para o porão do navio que o levará para a Ilha do Sal, na troca de olhares entre ele e Elisabeth, transparece a esperança de um futuro próximo repleto de felicidade.
[Sinopse Oficial]

Voltando à terra natal, após longos anos de ausência, Juvenal, um engenheiro agrónomo de ideias liberais, vê-se envolvido pelas perturbações sociais na ilha da Madeira, que antecederam a revolução de 1974, as quais são condenadas pelo seu irmão Álvaro, industrial de bordados e acérrimo conservador. Exposto a teias amorosas preparadas por este, Juvenal defende energicamente os trabalhadores explorados, reencontrando Elisabeth, o grande amor da sua juventude. Ferido quando tomava parte numa manifestação popular, violentamente reprimida pela polícia, é condenado ao exílio na ilha do Sal. Elisabeth toma a decisão de o acompanhar, anunciando-lhe que irá ter um filho seu... a eternidade!
[Fonte: José de Matos-Cruz. O Cais do Olhar. p. 260]

Equipa

Entidades [#7]:
  • Tobis Portuguesa · Laboratório de Imagem
  • Lisboa Filme · Equipamento
  • Cinemate · Equipamento
  • Novaga · Registo de Som
  • Vitória Filme · Distribuição
  • Governo Regional da Madeira · Patrocínio
  • RTP · Patrocínio
Países [#2]:
  • Portugal (PT)
  • Brasil (BR)
Exteriores [#2]:
    Ilha da Madeira | Funchal |
Estreias [#2]:
  • 1992-09-10 | 21º Festival de Cinema da Figueira da Foz | Apresentação
  • 1995-08-25 | Quarteto, Lisboa | Estreia
Imagens [#2]:
  • ...

Dados Técnicos:
Cor | Dolby SR | 35 mm | 1.66:1 |

Outras informações:
Co-produção luso-brasileira

Festivais e Prémios:
1992 - 21º Festival de Cinema da Figueira da Foz

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB