Cantigamente (1975)

N/C

491 min

Telefilme   Série  

Realização:  ·  Fernando Lopes  ·  Ernesto de Sousa  ·  António Escudeiro  ·  António-Pedro Vasconcelos  ·  Rogério Ceitil  ·  José Álvaro Morais

1º episódio
Realização e Montagem: Fernando Lopes; 74 minutos.
Assunto: 1910-1926. O fim da monarquia, o 5 de Outubro, a 1ª República, a entrada de Gomes da Costa em Lisboa, a ascensão do fascismo. Do ponto de vista musical e visual, evocação de composições e espectáculos que, de 1910 a 1926, marcaram esta época: extractos de «Lisboa, Crónica Anedótica» de Leitão de Barros, a descoberta do «fado operário»;
2º episódio
Realização e Montagem: António Pedro Vasconcelos; 85 minutos.
Assunto: Os anos 30 e 40 - desmontagem do fascismo através dos seus filmes (a comédia - A Canção de Lisboa, Maria Papoila, A Aldeia da Roupa Branca), do seu teatro (a revista, o Parque Mayer) e das suas músicas (reconstituição do Fado do 31). Os gémeos Melos numa rábula à Mocidade Portuguesa. O atentado à bomba contra Salazar, evocado por Emídio Santos e seus companheiros anarquistas. A oposição política, por vezes violenta, a revolta da Marinha Grande.
3º episódio
Realização e Montagem: José Álvaro Morais; 85 minutos.
Assunto: Os anos 40, através da rádio, do cinema, das artes plásticas. Entrevista com Milú (A Menina da Rádio), Leonor Maia (O Pai Tirano) e Baptista Pereira, sobre Soeiro Pereira Gomes (autor de Esteiros). A guerra vista de longe, a evasão, o fascismo quotidiano que se solidifica.
4º episódio
Realização e Montagem: Rogério Ceitil; 72 minutos.
Assunto: Anos 50 e 60 - Carlos Villaret toca piano e recorda o irmão, João Villaret. Max comenta e interpreta, nalguns sketches, aspectos típicos da época. As canções e a imagem de Maria de Fátima Bravo (A Costureirinha da Sé). O salazarismo vence o pós-guerra e entra, tranquilo, na guerra-fria. A sua cultura popular e os seus mitos. A candidatura à Presidência da República de Humberto Delgado evocada por Arlindo Vicente.
5º episódio
Realização e Montagem: José Ernesto de Sousa; 92 minutos.
Assunto: 1969-1965 - queda da Índia (discurso de Salazar). Greves no Alentejo. Assalto ao Quartel de Beja. As guerras em África (discurso de Amílcar Cabral e «A minha Ida à Guerra», de Solnado). Emigração. Sociedade de consumo. Noivas de Santo António. Coimbra e as lutas académicas. A música de combate e resistência. As canções de Lopes Graça. O Hot Club. Programa de rádio Em Órbita. Lembrando Os Verdes Anos: Fernando Lopes, António Pedro Vasconcelos e Ernesto de Sousa no Vavá.
6º episódio
Realização e Montagem: António H. Escudeiro; 83 minutos.
Assunto: 1968-1974 - o final do fascismo, Américo Thomaz e Marcello Caetano, as mensagens de fim de ano e as conversas em família. O funeral de Salazar e a guerra colonial. Actualidades. O filme «7 Balas Para Selma» e o programa de rádio Em Órbita. Os festivais RTP da canção. O País redescoberto, pela rádio, em 25 de Abril, a partir de Grândola, Vila Morena.
[Fonte: Jorge Leitão Ramos, Dicionário do Cinema Português 1962-1988, Editorial Caminho]

Mais informações: Website externo

Videos [#1]:
  • [Trailer]
Equipa

Dados Técnicos:
P/B | 16 mm |

Outras informações:
Contributo de António-Pedro Vasconcelos para uma série produzida pelo Centro Português de Cinema para a RTP, e que abordava o século XX a partir da sua expressão musical popular.

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB