Ernesto de Sousa



Nasceu: 1921-04-18 · Morreu: 1988-10-06

Local de nascimento: Lisboa
Nacionalidade: Português
Sítio internet: http://www.ernestodesousa.com/?cat=5
Dados adicionais:

Profissão: Realizador, artista plástico, crítico, cineclubista.
Formação: Fez os estudos secundários em Lisboa.
Frequentou a Faculdade de Ciências de Lisboa. Entre 1942 e 1946 estudou Artes Plásticas em Paris e frequentou cursos de cinema da Cinemateca. Em 1952 foi Assistente de Jean Dellanoy em La minute de verité.
Como crítico de artes plásticas e cinema, assinou artigos na Seara Nova, Vértice e no Jornal de Letras e Artes.
Fundou um dos primeiros cineclubes portugueses – o Círculo de Cinema, em 1946. Nos anos 50 esteve à frente do Cineclube Imagem. Escreveu e publicou vários livros. No domínio do cinema publicou: O argumento cinematográfico, Lisboa, Sequência, 1956; A realização cinematográfica, Lisboa, Sequência, 1957 (em parceria com José Fonseca e Costa e Adelino Cardoso); O que é o cinema, Lisboa, Arcádia, 1960.
Tendo-se notabilizado como artista plástico, trabalhou no domínio do cinema experimental e na concepção de mixed media pluridisciplinares.
“A importância de Ernesto de Sousa no cinema português está mais na pré-história do Cinema Novo, nos anos 50, na escrita e no cineclubismo, na agitação e propaganda da sua urgência que no seu trabalho como realizador.
Dom Roberto foi um gesto, um João Baptista, cuja inegável relevância é sobretudo a de marcar fronteira que não começo. E é curioso ver que Ernesto de Sousa, sendo um dos obreiros do Cinema Novo, nunca pertenceu de facto, a essa geração, deixando que as artes plásticas cavalgassem o cinema no seu trajecto, importando-se pouco com as batalhas dos anos 60-70, embora as tenha acompanhado a todas.
Personalidade singular – e um dia haverá que fazer a história da resistência cultural da década de 50 e perceber, por inteiro, a sua dimensão – José Ernesto de Sousa não tem uma obra cinematográfica notável mas é uma daquelas pessoas sem as quais o destino seria diverso.”
[Ramos, 1989: 375-376]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB