António-Pedro Vasconcelos



Nome completo: Antonio Pedro Saraiva de Barros e Vasconcelos

Nasceu: 1939-03-10

Local de nascimento: Leiria
Nacionalidade: Português
Sítio internet: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio-Pedro_Vasconcelos
Dados adicionais:

Realizador.
Fez o liceu em Coimbra, Lisboa e nos Jesuítas, em Santo Tirso.
Em 1957 matriculou-se na Faculdade de Direito de Lisboa mas não concluiu o curso.
Por concurso, começou a escrever como crítico nos boletins do Cine-Clube Universitário e, de 1958 a 1960 fez parte da direcção do CCUL.
José Ernesto de Sousa convidou-o para escrever na revista «Imagem» e, como assistente, trabalhou com ele em filmes de publicidade.
Escreveu no Jornal de Letras e Artes e no Diário de Lisboa. Em 1961, mas por pouco tempo, foi jornalista estagiário no Jornal República.
Como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian frequentou o curso de Filmologia de Georges Sadoul na Sorbonne, em Paris, onde foi um assíduo frequentador da Cinemateca.
Em 1963 foi até Itália para tentar ser assistente de Rossellini. Regressou a Portugal e voltou a dedicar-se à escrita nas revistas Colóquio e O Tempo e o Modo.
Começou a realizar filmes publicitários e, em 1967, dirigiu a sua primeira curta-metragem - Tapeçaria Tradição Que Revive.
# 1970 - * Fundador do C.P.C. (Centro Português de Cinema) que produz entre 1970 e 1974 todos os filmes do chamado "Novo Cinema Português" e ainda "O Passado e o Presente", "Benilde ou a Virgem Mãe", e "Amor de Perdição", de Manoel de Oliveira, e "Jaime" e "Trás-os-Montes" de António Reis.
# 1973/74 - * Chefe de redacção da revista "Cinéfilo".
# 1974/76 - * Presidente do C.P.C. – Centro português de Cinema.
# 1979/80 - * Cria com Paulo Branco a V.O. Filmes, que produz, entre 1979 e 1982:
- "Francisca" de Manoel de Oliveira;
- "Conversa Acabada" de João Botelho;
- "A Estrangeira" de João Mário Grilo;
- "Silvestre" de João Cesar Monteiro;
- Co - Produz - "O território" de Raoul Ruiz e "The State of Things" de Wim Wenders;
# 1980/83 - * Professor de montagem na Escola de Cinema do Conservatório de Lisboa.
# 1983/84 - * Critico literário na "Revista de Livros" do Diário de Noticias.
# 1983/85 - * Ministra três seminários na Escola de Cinema da Cooperativa "Arvore", no Porto, da qual é membro de Concelho Científico.
# 1983/89 - * Membro fundador e Presidente da Associação Portuguesa de realizadores de Filmes (APRF), que representa na Federação Europeia de Realizadores de Audiovisuais (FERA).
# 1985 - * Cria a Opus Filmes que produz, além dos seus próprios filmes:
- "Matar Saudades" - de Fernando Lopes;
- "Serenidade" de Rosa Coutinho Cabral;
- "A Sétima Lopes" - de José Dias de Sousa e Simão dos Reis;
- "Pour Don Carlos" de Alain Jomy.
# 1986 - * Responsável dos tempos de antena para a campanha do Mário Soares à Presidência da República.
* Representa Portugal no Forum Cultural de Budapeste a convite do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
# 1990/93 - * Coordenador do SNA – Secretariado Nacional para o Audioisual.
* Membro do Concelho de Administração da Media Business School.
# 1991 - * Presidente da Associação SCALE do Programa Media.
# 1993 - * Preside ao grupo de trabalho encarregado de fazer o relatório sobre a industria audiovisual na Europa para o Livro Verde da Comissão.
# 1995 - * Encarregado pela Portugal Telecom de fazer un estudo sobre a implementação do cabo em Portugal.
# 1996 - * Convidado para fazer a locução inaugural da reunião anual da (União Europeia de Radiodiffusão), que teve lugar em Praga, sob o tema: "A compra de direitos de ficção Audiovisual"
# 1997 - * Organiza para a RTP uma serie de conferências sobre o futuro da televisão pública na Europa.
* Director da revista "Indy" e do suplemento "A Semana" do semanário "Independente".
# 1998 - * Convidado para presidir a um painel organizado pelo CSA – Conseil Supérieur de l’Audiovisuel, intitulado "Produire pour la télévision en Europe".
* Responsável pela organização de um Congresso sob o tema "A Lusofonia na Era da Informação, para a Sociedade de Geografia de Lisboa".
* Cronista semanal na RDP.
* Porta-voz da Plataforma que agrupa associações de cinema e audiovisual.
# 1999 - * Presidente da A.R.C.A, Associação de Realizadores de Cinema e Audiovisuais.
* Director pedagógico e Professor do Curso de Cinema e Audiovisual do IAT / Universidade Moderna.
* Presidente do Júri do prémio Anual UER (Union Européenne de Radio Diffusion), para o melhor argumento de ficção para TV.
* Vice - Presidente do Concelho de Opinião da RTP.
* Cronista na revista "Visão" e do semanário "Independente"

Foi condecorado com a Ordem do Infante D. Henrique
# Vida pessoal:
Casado, três filhos. É irmão do actor José Luís de Vasconcelos

Participações [#51]

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB