Camões - Erros Meus, Má Fortuna, Amor Ardente (1946)

Produção Rodagem: 1945/46

118 min

Drama   Biografia  

Realização:  ·  Leitão de Barros

Argumento:  ·  António Lopes Ribeiro  ·  Leitão de Barros

A tempestuosa existência errante de Luís Vaz de Camões (1524-80), o grande épico, desde os tempos irreverentes em Coimbra (1542) aos amores contrariados, como guerreiro da "má fortuna", até ao declínio inglório, acompanhando a decadência do fausto renascentista e da pátria imperial.
Leitura de "Os Lusíadas" em Sintra, a El-Rei D. Sebastião (1572).
O desastre de Alcácer-Quibir...
[Fonte: José de Matos-Cruz, O Cais do Olhar, 1999, p.76]

Videos [#4]:
  • [Promo]
  • [Promo]
  • [Promo]
  • [Promo]
Equipa

Entidades [#6]:
  • Lisboa Filme · Estúdios
  • Companhia Portuguesa de Filmes · Estúdios
  • Lisboa Filme · Laboratório de Imagem
  • Companhia Portuguesa de Filmes · Registo de Som
  • Sociedade Portuguesa de Actualidades Cinematográficas - SPAC · Distribuição
  • Exclusivos Triunfo · Distribuição
Estreias [#1]:
  • 1946-09-23 | S. Luiz, Lisboa | Estreia
Imagens [#2]:
  • ...

Dados Técnicos:
P/B | Mono | Esférico | 35 mm | 1.37:1 |

Outras informações:
À Memória de Afonso Lopes Vieira
Título de Rodagem: Camões, O Trinca Fortes
Iniciativa considerada de utilidade pública pelo Governo Português

Festivais e Prémios:
# 1946 - I Festival de Cannes, apresentado oficialmente em Out 1946 (sem legendas e com um locutor a explicar o desenvolvimento da acção)
# 1946 - Grande Prémio do SNI - Secretariado Nacional da Informação; Prémio do SNI ao Melhor Actor (António Vilar) e à Melhor Actriz (Eunice Muñoz); Menções Honrosas do SNI a Vasco Santana e a Paiva Raposo.

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB