Leonor Maia



Nome completo: Maria da Conceição de Vasconcelos

Nasceu: 1921-12-08

Local de nascimento: Lourenço Marques, Moçambique
Nacionalidade: Portuguesa
Sítio internet: https://pt.wikipedia.org/wiki/Leonor_Maia
Dados adicionais:

Em 1940, António Lopes Ribeiro durante as filmagens do filme Feitiço do Império, filme realizado em África, conhece esta jovem e fica agradavelmente surpreendido com a sua beleza e simpatia. Pensa imediatamente em dar-lhe o papel de Fay Gordon, que acabou por ser desempenhado por Madalena Sotto. Convida-a a vir para a metrópole para tentar a sorte no mundo do cinema. Maria da Conceição aceita o convite, vem para Lisboa e presta provas para o filme O Pai Tirano, o que agrada imediatamente. Adopta o nome artístico de Leonor Maia, mas o nome com que ficará para sempre conhecida será o nome de Tatão (papel que interpretava em O Pai Tirano. Protagonizou inúmeros filmes da década de quarenta obtendo rasgados elogios da crítica e do público. O seu nome num cartaz era sinónimo de sucesso. Em 1948, ganha o prémio do SNI para a melhor actriz pelo seu papel no filme Serra Brava. Em 1953 é convidada para entrar num filme americano que iria ser filmado em Lisboa, Matar ou Morrer, realizado por Max Nosseck. Em 1954 retira-se da vida artística, casando com o coronel James B. Pritchard, do exército americano. Viveu na Holanda, voltando após alguns anos a Portugal.
[Fonte: Wikipedia]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB