Rosa Negra (1992)

Black Rose

Produção Rodagem: Out/Nov 1991

90 min

Drama  

Realização:  ·  Margarida Gil

Argumento:  ·  Margarida Gil  ·  Maria Velho da Costa

Rosa Negra. Uma cidade que se encaixa na serra. Um comboio atravessa os campos. Uma mulher, Fernanda, regressa nele, profundamente ferida, após uma conjugalidade interrompida. Um homem, António, regressa no mesmo comboio. Foi, em tempos, forçado a partir. Será agora julgado por um crime que não cometeu. Na estação, António encontra Mariana que ele não vê desde miúda. Rosa Negra fica entre a serra e a cidade. Ali se encontram António e Mariana. Ali começa tudo. A vida. Rosa Negra é um filme sobre a vida. Nascer, crescer, morrer, nascer de novo, pertencer, partir... A vida como sucessão de poderes, vontades e interesses. No fim o fogo, a poder mais e a consumir tudo: a fábrica, a floresta, Rosa Negra. Da Rosa Negra avista-se tudo, a cidade e no cimo dela a fábrica. Fernanda ensaia com os alunos uma tragédia de Sófocles e é Mariana que ela escolhe para representar Antígona. Entre Duarte e António começa para Mariana e Fernanda um cerco de avisos e ameaças que culminam num julgamento selvagem na fábrica de Duarte onde começa o fogo subitamente como outrora. Com o fogo revela-se tudo, como um negativo ao encontro da luz. Fernanda salva António mas para isso teve que se encontrar perdida. Juntos afrontam as chamas e António pode, por fim encontrar o pai e o pai salvar o filho. De Mariana vem o último olhar sobre a sua infância e a sua terra antes de a deixar, como outrora fez Fernanda, e encontrar António. Para Fernanda uma nova revelação de si, sobre a serra ardida como Antígona em diálogo com a cidade. Entre as pedras que resistiram ao fogo, o que restou? O que restou dela?
[Sinopse Oficial]

[Fernanda, António and Quim are travelling by train to a provincial Portuguese industrial city. Fernanda, a teacher, agrees to replace a pregnant colleague. António is returning to the home he was forced to flee long ago, accused of setting fire to the Duarte’s factory. At the station he bumps into Mariana who is in love of him.
António is not welcome and is violently attacked by a group connected to Duarte ...
[Source: RTC]

Mais informações: Website externo

Videos [#1]:
  • [Trailer]
Equipa

Entidades [#6]:
  • Tobis Portuguesa · Laboratório de Imagem
  • LTC (Paris) · Registo de Som
  • Video Cine · Material
  • Femis · Patrocínio
  • RTP · Patrocínio
  • Fundação Calouste Gulbenkian · Patrocínio
Exteriores [#3]:
    Covilhã | Quinta do Coje | Serra da Estrela |
Estreias [#2]:
  • 1992-08-08 | Festival de Locarno | Apresentação
  • 2001-07-14 | RTP2 | Estreia
Imagens [#6]:
  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

Dados Técnicos:
Cor | Esférico | 35 mm | 1.66:1 |

Outras informações:
Festivais e Prémios:
# 1992 - Locarno International Film Festival - em Competição

Mário Viegas e Zita Duarte nos seus últimos papéis. A interpretação de Mário Viegas é considerada antológica no seu papel de bombeiro "Barriga d´Água", personagem marginal numa terra de incêndios, terra de fogos e amores violentos.
[Fonte: RTP]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB