Catembe (1965)

87 min

Documentário   Antropológico  

Realização:  ·  Faria de Almeida

Catembe documenta os sete dias da semana no quotidiano de Lourenço Marques. Além de Cinema Directo – usado sobretudo nas entrevistas de abertura em que Manuel Faria de Almeida pergunta a transeuntes na Baixa lisboeta o que sabem sobre Lourenço Marques –, integrou sequências de ficção protagonizadas pela mulata Catembe. Após o corte, imposto pelo Ministério do Ultramar, de 19’ dos 87’ da obra original, uma segunda versão, documental, de apenas 45’ e remontada a partir das sequências deixadas sem sentido pelos cortes efectuados, foi proibida pela Comissão da Censura. Face ao paradoxo da brutalização de um filme subsidiado pelo Fundo do Cinema Nacional, explique-se que esse apoio se enquadrou na aposta em divulgar cinematograficamente as colónias.
[in: http://azuisultramarinos.blogspot.com]

Mais informações: Website externo

Videos [#1]:
  • [Trailer]
Equipa

Estreias [#1]:
  • 1965-12-06 | Império, Lisboa | Estreia
Imagens [#10]:
  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

  • ...

Dados Técnicos:
P/B e Cor | 35 mm | 35 mm |

Outras informações:
O filme original foi fortemente cortado pela censura, ficando reduzido a 1243 metros e uma duração de 45 minutos.
Rodagem: 1964 Out/Dez

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB