Nascimento Fernandes



Nome completo: Manuel Fernandes do Nascimento

Nasceu: 1881-11-06 · Morreu: 1955-08-15

Local de nascimento: Faro
Local de óbito: Lisboa
Nacionalidade: Português
Dados adicionais:

Actor.
Iniciou-se como actor no Brasil e casou-se com a actriz Amélia Pereira. Em Portugal teve uma carreira recheada no teatro. Em 1907, triunfava com a revista Ó da Guarda, no Teatro do Príncipe Real, quando o empresário Lino Ferreira decide introduzir no espectáculo uma cena cinematográfica. Assim surgia aquele que é considerado o primeiro filme português de ficção, O Rapto de Uma Actriz, em que participou Nascimento Fernandes e outros actores da peça. A atracção pela nova arte, levá-lo-ia a realizar três curtas-metragens — Vida Nova, Nascimento, Músico e Nascimento, Sapateiro, todos de 1919. Coleccionou outros sucessos no teatro, em peças como Vem Vem Cá, Não Tenhas Medo e O Chapéu de Coco, em 1925; O Rei do Ouro, em 1928; O Doutor Sovina e Dona Formiga, em 1932; Seja Feita a Tua Vontade, em 1933; As Três Helenas e Pimpinela, ambas em 1938; e nas revistas Chá de Parreira, em 1929; Nobre Povo, de 1935; O Liró, em 1937, entre outras. Outra vez no cinema, salientem-se as personagens do lojista em Aniki-Bobó (1942), de Manoel de Oliveira, e do professor Plácido Mesquita em A Vizinha do Lado (1945), de António Lopes Ribeiro.
O seu nome foi atribuído a uma rua em Lisboa e em Faro.
[Fonte: Wikipedia]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB