Bestiário ou o Cortejo de Orfeu (1995)

7 min

Curta-metragem  

Realização:  ·  João César Monteiro

Um homem prepara e serve o jantar para uma jovem visita feminina.

Videos [#1]:
  • [Trailer]
Equipa

Estreias [#1]:
  • 1995-10-10 | Dunkerque, Rencontres Cinematographiques | Estreia mundial
Imagens [#4]:
  • ...

  • ...

  • ...

Dados Técnicos:
cor | mono | 35mm anamórfico |

Outras informações:
Em 1994, quando João César Monteiro iniciou a rodagem de A Comédia de Deus, o filme estava delineado para ser filmado em formato «scope». Mas ao fim de duas semanas de rodagem, num agudizar de conflitos e de incertezas, o produtor Joaquim Pinto suspendeu os trabalhos, ciente da insatisfação de João César Monteiro e de que o material não correspondia às intenções. Do material dessa «primeira rodagem» nada subsiste no filme. Mas com ele fizeram-se três curtas-metragens, Lettera Amorosa e o Bestiário ou Cortejo de Orfeu são duas delas - e o seu interesse é, sobretudo, documental. As cenas - refilmadas - persistem na versão final de A Comédia de Deus e pode-se ver como uma mudança técnica (ao nível da luz e, portanto, da fotografia) introduz diferenças radicais. Lettera Amorosa e O Bestiário ou Cortejo de Orfeu indiciam um filme «limpo» e artificial, o contrário do que A Comédia de Deus haveria, afortunadamente, de ser. Mas a cena de O Bestiário ou Cortejo de Orfeu conclui-se de um modo que não está em A Comédia de Deus: a ingestão do insecto alado e a referência poética que, afinal, justificam o título.
[Fonte: Jorge Leitão Ramos, Dicionário do Cinema Português 1989-2003, p.84]

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB