Sophia de Mello Breyner Andresen (1972)

Produção 1969

17 min

Documentário   Curta-metragem  

Realização:  ·  João César Monteiro

No que ao meu filme diz respeito, suponho que, antes de mais, ele é a prova, para quem a quiser entender, que a poesia não é filmável e não adianta persegui-la.
O que é filmável é sempre outra coisa que pode ou não ter uma qualidade poética. O meu filme é a constatação dessa impossibilidade, e essa intransigente vergonha torna-o, segundo creio, poético, malgré lui.
Creio também, e acho espantoso que a crítica não tenha dado por isso (o que, aliás, só reforça uma impressão velha sobre a infinita ignorância da dita), que muito mais do que um filme sobre a Sophia que, para mim, só de um modo aleatório é parte dele, o meu filme é um filme sobre o cinema e a matéria nele.
[César Monteiro, in Tempo e o Modo nº69/70, Março/Abril 1969]

Com Sophia de Mello Breyner Andresen e os seus filhos: Maria, Miguel, Isabel, Sofia, Xavier e com Francisco de Sousa Tavares.

[This was Monteiro’s first film and he takes in the world of Sophia, a great Portuguese poet. Without making a biography, the best way to know her is in her poems, so this is not quite a documentary, it is in the middle of a doc and a short film.]

Mais informações: Website externo

Videos [#3]:
  • [Filme Completo]
  • Comentário de Jorge Silva Melo [Promo]
  • Comentário de Jorge Silva Melo [Promo]
Equipa

Estreias [#1]:
  • 1972-01-31 | Apolo 70, Lisboa | Estreia Comercial
Imagens [#2]:
  • ...

Dados Técnicos:
P/B | 35 mm |

Outras informações:
À memória de Crl Th. Dreyer.
Primeiro filme realizado por João César Monteiro e assinado com o nome de João César Santos.
Teve diversas ante-estreias privadas em 1969.

Editado em DVD por Madragoa Filmes, em 2003 (4 curtas de César Monteiro)

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB