Paulo de Brito Aranha



Nome completo: Paulo Emílio de Brito Aranha

Local de nascimento: (?) - 1904
Local de óbito: (?) - 1951
Nacionalidade: Português
Dados adicionais:

Engenheiro, Director de Som, Realizador
Oficial do exército, ligado estreitamente aos assuntos de teatro, crítico de teatro do «Diário de Notícias», escreveu várias monografias, tais como: Portugal-Brasil: orações de fé (1925); Amantes... (192?); Filosofia elementar da rádio (1933); Arma de engenharia: regimento de telegrafias: relatório final da instrução de recrutas (1935); Unidades logarítmicas separata da revista Técnica (1945); Le probléme des télécommunications au Portugal (1946); O domínio actual das telecomunicações e a posição portuguesa, uma comunicação apresentada no 2º Congresso Nacional de Engenharia em 1948.
Faz a sua aparição no cinema com o projecto da Tobis, onde viria a ocupar, a partir de «A Canção de Lisboa» e por longos anos, o lugar de responsável pelo sector de som.
Em «A Canção de Lisboa» começa por assistir o técnico alemão Hans-Christof Wolhrab na captação e registo de som. Pouco tempo depois do início da rodagem do filme acaba por assumir, cabalmente, o lugar do técnico alemão, quando este se vê obrigado a regressar à Alemanha.

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB