Wilson Siqueira



Local de nascimento: Estado do Paraná, Brasil - 1963
Nacionalidade: Brasileiro
Dados adicionais:

Realizador, Argumentista
Fez a formação acadêmica no Estado do Paraná, primeiramente como ator, no Colégio Estadual do Paraná e frequentou posteriormente o Curso de Artes Cênicas (especialização direção teatral) na Fundação Teatro Guaíra/Universidade Católica do Paraná, tendo fixado residência em Lisboa, Portugal, no ano de 1989, onde frequentou o Mestrado em Estudos de Teatro, na Faculdade de Letras de Lisboa, coordenado pelo Professor Osório Mateus.
Como poeta e escritor, foi 1º classificado no Concurso de Contos de Bauru - São Paulo, 1986 e igualmente 1º classificado no FEMUP - Festival de Música e Poesia de Paranavaí, Paraná, 1987, tendo integrado ainda a coletânea Os Poetas - Helena Colody, editada pela Fundação Cultural de Curitiba, 1988 e mantido, durante um ano, uma coluna de poesias no jornal O Estado do Paraná.
Em Lisboa, fez parte de um grupo de teatro independente, nos anos 90, chamado Café Aparte, no qual, para além de atuar como ator, colaborava igualmente na criação dos textos e encenação, tendo estado ainda em palco no espetáculo As Fúrias (adaptação do livro homónimo de Agustina Bessa-Luís), com direção de Felipe Lá Féria, produzido em 1994, no âmbito da Lisboa Capital Europeia da Cultura e foi também Professor de Teatro e Vídeo, na Casa do Artista, em Lisboa, no âmbito do CAAT - Curso Para Atores e Apresentadores de Televisão.

Tem experiência em publicidade, cinema e televisão. Na publicidade, integrou por cinco anos os quadros da Shots Cinema e Publicidade, da qual foi Director de Casting e Coordenador de Pós-produção, tendo posteriormente exercido a mesma função também para a Tangerina Azul Filmes. Como Coordenador de Pós-produção, trabalhou com as mais importantes casas de pós-produção de Portugal, como a Bikini, Íngreme, FX, Alturas Vídeo, Casa das Máquinas, CEE, Nova Imagem e, na área da revelação, telecinema e correção de cor, Tobis Portuguesa e Light Film. Ainda na mesma função, trabalhou também com os mais importantes estúdios de som e casas de pós-produção de áudio do país, como Índigo, Luminária, Digital Mix, Som de Lisboa e Dizplay.

Na televisão, trabalhou como assistente de produção de guarda-roupa na telenovela A Banqueira do Povo, dirigida por Walter Avancini e protagonizada pela atriz Eunice Munhõz, com participações, entre outros, de Raul Solnado, Alexandra Lencastre, Diogo Infante, João D’Ávila, Lídia Franco, João Perry, Rosa Castro André, São José Lapa, Suzana Borges, Rogério Samora, Sofia Alves, Carmem Dolores, Jacinto Ramos e Curado Ribeiro.

No cinema, entre outros, trabalhou na produção do filme La Reine Margot, de Patrice Chéreau e é argumentista do filme O Despertador e co-argumentista do filme de animação Ossudo, uma adaptação do conto Ossos do escritor moçambicano Mia Couto, ambos realizados por Júlio Alves. É ainda argumentista e realizador do curta-metragem História Sem Interesse, que conta com as participações de Diogo Infante, Anabela Teixeira, João Didelet, João D’Ávila, os gémeos Marco e Sérgio Delgado, entre outros, e que, após a sua estreia na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, percorreu diversos festivais nacionais e internacionais, entre eles o Festival Internacional de Curtas-metragens de Vila do Conde, o FICA - Festival Internacional de Cinema do Algarve, o Festroia - Festival Internacional de Cinema de Troia, o Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira, o Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz, a Mostra de Cinema de Cabo Verde, o Festival Du Film De Paris e o Festival del Film Locarno.
[escrito por Wilson Siqueira]

Participações [#4]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB