Ruy Guerra



Nome completo: Ruy Alexandre Guerra Coelho Pereira

Nasceu: 1931-08-22

Local de nascimento: Lourenço Marques
Sítio internet: http://www.ruyguerra.com.br/
Dados adicionais:

Ruy Guerra nasceu em Lourenço Marques, hoje Maputo, Moçambique, então colónia portuguesa, em 1931. Ainda adolescente, já publicava críticas de cinema, contos e crónicas e já fazia filmes em 8mm. Era activista político, participando de movimentos anti-racistas e pró-independência antes de deixar seu país, aos 19 anos. De 1952 a 1954, estudou arte cinematográfica em Paris, no IDHEC (Instituto de Altos Estudos Cinematográficos) e começou a trabalhar na França, como assistente de câmara e assistente de direcção.
Melhor conhecido como editor, Ruy Guerra também actua como montador, director de fotografia, produtor e actor ( como em "Aguirre, a Cólera de Deus" de Werner Herzog, 1972). É praxe sua ser roteirista ou co-roteirista dos filmes que dirige.Mesmo tendo experimentado inúmeros estilos, seus filmes retratam de maneira esteticamente inovadora a opressão e a exploração sócio-económica.
Tendo filmado em muitos países, é geralmente associado ao cinema brasileiro, como um dos pioneiros do Cinema Novo dos anos 60. Sua primeira longa metragem, "Os Cafajestes" (1963), foi um dos poucos sucessos comerciais do Cinema Novo. Duas outras longas de sua autoria, "Os Fuzis" (1964) e "Os Deuses e os Mortos" (1970), são consideradas marcos do cinema brasieliro. Em "A Queda" (co-dirigido com Nelson Xavier, 1977) retoma a vida dos personagens de "Os Fuzis", numa instigante experiência sobre a vida sofrida da classe operária do Rio de Janeiro.
No final dos anos 70, com a independência de Moçambique, retorna à sua terra natal para participar da criação do Instituto Nacional de Cinema moçambicano.
Nos anos 80, abandona seu tratamento radical de temas políticos e faz três longas de grande beleza estética e apelo comercial: "Ópera do Malandro (1985)", uma divertida comédia musical, adaptada da obra de Chico Buarque, que não deixa de abordar assuntos económicos e sociais sérios, como racismo e influências americanas no Brasil durante a segunda Guerra Mundial; a "Fábula da Bela Palomera (1987)", filme de época e história de amor baseado em obra do Prémio Nobel Gabriél García Marquez; e "Kuarup (1988)", uma das maiores super-produções do cinema brasileiro, que traduz de modo eloquente o romance de Antonio Callado.
Ruy Guerra não confina seu talento somente no cinema. Dirige e escreve peças teatrais, colabora como letrista junto a grandes nomes da MPB, assina uma crónica semanal no jornal O Estado de São Paulo, além de dar cursos de cinema em várias capitais brasileiras.

FILMOGRAFIA
1954- "Quand Le Soleil Dort" (Fr) Prod. IDHEC
1959- "Oros" (Br) Prod. Carlos Niemeyer/ INC
1960- "Cavalo de Oxumaré" (Br) Prod. Carlos Niemeyer/ INC
1963- "Os Cafajestes" (Br) Prod. Magnus Filmes
1964- "Os Fuzis" (Br) Prod. Copacabana Filmes/ DAGA Filmes
1969- "Sweet Hunters" (Panamá) Prod. Claude Giroux
1970- "Os Deuses e os Mortos" (Br) Prod. DAGA Filmes
1977- "A Queda" (Br) Prod. Zoom/ DAGA Filmes
1978- "Operação Búfalo" (Moç) Prod. Moçambique
1979- "Mueda, Memória e Massacra" (Moç) Prod. INC/Moçambique
1979- "Dança Moçambicanas" (Moç) Prod. INC/ Moçambique
1980- "Um Povo Nunca Morre" (Moç) Prod. INC/ Moçambique
1981- "La Letree Volee" (Fr/Port) Prod. Filmes Du Triangle
1983- "Erendira" (Fr/Mex/Alem/Br) Filmes Du Tringle/Austra Cinema & Com.
1984- "Os Comprometidos Atas de Um Processo de Descolonização" (Moç) Prod.INC/ Moç.
1984- "Talk to Me" Vídeoclip (USA) Prod. David Sonnenberg/ Guerra Filmes
1985- "Ópera do Malandro" (BR) Prod. MK2/Austra Cinema & Com.
1987- "A Fábula da Bela Palomera" (Br) Prod. Guerra Filmes
1988- "Kuarup" (Br) Prod. MK2/Austra Cinema & Com.
1990- "Obvious Child" Vídeoclip de "Rythm of The Saints" de Paul Simon (USA) Prod. Warner
1991/92- "M Alquilo Para Soñar" Série de 6 capítulos de 52’, 35mm (Espanha) Prod. ING

ARGUMENTOS, ADAPTAÇÃO, DIÁLOGOS E ROTEIRO
"Os Cafajestes" (LM) argumento original/ co-adaptação/ diálogo/ roteiro
"Os Fuzis" (LM) argumento original/ co-adaptação/ diálogo/ roteiro
"Sweet Hunters" (LM) argumento original/ co-adaptação/ diálogo/ roteiro
"Os Deuses e os Mortos" (LM) argumento original/ co-adaptação/ diálogo/ roteiro
"A Queda" (LM) argumento original/ co-adaptação/ roteiro
"Mueda, Memória e Massacre" (LM) argumento original/ roteiro
"Balada da Págiana Três" (LM) argumento original- Real. Luiz Rosemberg
"Aventuras de Um Detective Português" (LM) co-adaptação- Real. Stephan Wohl
"Guerra Particular" Mário Vargas Llosa/ co-adaptação
"Erendira" (LM) roteiro
"Ópera do Malandro" (LM) co-adaptação/ roteiro
"A Fábula da Bela Palomera" (LM) co-adaptação/ roteiro Kuarup co-adaptação
"Me Alquilo Para Soñar" (LM) co-adaptação/ roteiro

PRODUTOR E PRODUTOR EXECUTIVO
1964 "Os Fuzis" (LM) Real. Ruy Guerra- Prod. Copacabana Filmes/ DAGA Filmes LTDA.
1970 "Deuses e os Mortos" (LM) Real. Ruy Guerra- Prod. Paulo José/ DAGA Filmes Ltda.
1977 "A Queda" (LM) Real. Ruy Guerra- Prod. Zoom/ DAGA Filmes Ltda.
1983 "Erendira" (LM) (Fr/ Mex/ Alem/ Br) Real. Ruy Guerra- Prod. Filmes Du Triangle (Fr)/ Austra Cinema e Comunicação ( Br) e outros
1985 "Ópera do Malandor" (LM) Prod. MK2 ( Fr) Austra Cinema e Comunicação (Br) Co-produtor executivo
1986 "Fronteiras de Sangue" (LM) Real. Mário Borgneth- Prod. Kanemo (Moç) Austra Cinema e Com. ( Br)
1987 "A Fábula da Bela Palomera" (LM) Real. Ruy Guerra- Prod. Guerra Filmes Ltda.
1988 "Kuarup" (LM) Real. Ruy Guerra- Prod. Guerra Filmes Ltda. Co- produtor executivo

(Fonte: D&D Audiovisuais)

Participações [#6]

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB