Jean Leduc



Nacionalidade: Francesa
Dados adicionais:

Realizador

"A partir de 1965, vários documentários realizados pelos franceses Jean-Noel Pascal-Angot e Jean Leduc foram exibidos internacionalmente, no circuito comercial de distribuição cinematográfica, em festivais, nas televisões e mostrados às principais organizações não governamentais. O financiamento desta produção supostamente independente - em que o Brasil era apontado como o modelo social em recriação em Angola enquanto que o funcionamento da Commonwealth era assumidamente inspirador em Moçambique -, dando enfoque ao desenvolvimento económico e social, foi mantido confidencial. “Do Minho a Timor somos todos portugueses” era a “evidência” que este cinema encomendado queria impor."
[Fonte: Maria do Carmo Piçarra, O império contra-ataca: a produção secreta de propaganda feita por estrangeiros para projecção internacional de “Portugal do Ultramar”
http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2183-54622016000200004 ]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB