A Hora Putsch (2015)

Documentário  

Realização:  ·  João Viana

Argumento:  ·  João Viana

Um documentário sobre a ocupação “indevida”, numa Lisboa às moscas, trancada a cimento e betão. São abordados vários casos de ocupações, com especial incidência no belíssimo palácio Marquês de Abrantes, em Marvila, ocupado por uma vintena de famílias, e o caso do cineteatro de Almada, fechado há 14 anos e recentemente ocupado por um grupo de músicos de rua.  A Câmara de Lisboa tomou conta da situação do palácio embora nada mais tenha feito do que selar a cimento e betão as alas tornadas vagas por morte dos seus habitantes, apesar da manifesta falta de espaço, de luz, de água e saneamento básico. A Câmara de Almada permitiu a ocupação do cineteatro, que foi entretanto totalmente remodelado pelos músicos que o ocuparam e o mantêm aberto para espectáculos diários, não havendo contudo, para eles, a mínima garantia de futuro.
Um documentário alicerçado nos operáticos décors do palácio, do cineteatro e no ritmo destes músicos de rua - www.myspace.com/oquestrada - e, tendo como referências, a esquecer, o cinema de Fritz Lang, Walter Ruttmann, Bert Haanstra, Aki Kaurismaki e Abas Kiarostami (designadamente nos documentários “O Palácio de Jahan-Nama” e  “Close –Up”).
[Fonte: Papaveronoir]

Mais informações: Website externo

Equipa

Outras informações:
Em Produção

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB