Mulheres d'Apolo (2010)

Apollo's Women

18 min

Curta-metragem  

Realização:  ·  Vasco Araújo

O título do filme advém não só do facto de ter sido filmado na Sociedade Filarmónica Alunos de Apolo e de uma boa parte das personagens serem as pessoas que a frequentam, mas também de uma evocação do mito de Apolo, o deus da mitologia grega que apoiou Tróia e as suas mulheres contra os gregos. O monólogo do vídeo, construído pelo o artista a partir de vários textos, tem passagens retiradas da peça de Eurípedes «As Troianas» (415 a.C.), que precisamente relata a coragem, a resistência e a inteligência das mulheres de Troia frente ao massacre executado pelos gregos. Essas palavras, agora colocadas na boca de uma mulher de meia idade que procura um escape à solidão e aos maus tratos do marido num salão de baile e envergando vestimentas pretensamente «glamourosas», inferem uma dimensão heróico-trágica, mas também profundamente triste. Esta mulher, que é nos dada a conhecer através da voz (a voz é da actriz Lúcia Sigalho), de planos parciais do corpo e cujo rosto só nos é revelado no final .… e o rosto, bem como o corpo, percebemos então, é o próprio artista, a mulher é afinal ele.

[The title of the film comes not only from the facts that it was shot in the Sociedade Filarmónica Alunos de Apolo and that some of the characters are people that usually attend it, but also because its an evocation of the Apollo’s myth, the god form greek mythology that supported Troy and its women against the greeks. The video’s monologue, created by the artist from different texts, has quotes from Euripedes’ “Trojan Women” (415 b.C.), that narrates the courage, resistance and intelligence of the Troy’s women when faced with the massacre delivered by the greeks. Those words are spoken by a middle aged woman, wearing purportedly “glamorous” clothing, that quests for an escape to lowliness, and her husband’s abuses, in a dancing hall infer a heroic and tragic dimension that is also profoundly sad. This woman that is shown to us by voice (actress Lúcia Sigalho’s voice), body shots and whose face is only show in the end… the face, as well as the body, we can then realize that is the artist himself, the woman is, after all the artist.]

Mais informações: Website externo

Videos [#1]:
  • [Filme Completo]

Dados Técnicos:
Vídeo | 16:9 |

  • 201709111039_cinept_mestrado_em_cinema_260_260
  • PUB