S/Título (2011)

Untitled

N/C

4m 47s

Curta-metragem   Experimental  

Realização:  ·  João Onofre

Argumento:  ·  Adolfo Luxúria Canibal

Após dizer uma frase em ucraniano, uma mulher deitada num sofá levanta-se e senta-se, somente para se voltar a deitar.
Uma poesia de Adolfo Lúxuria Canibal é dita pela mulher na sua voz e na voz deste autor dobrada pela mulher.

[After saying a phrase in Ukrainian, a woman lying on a sofa gets up and sits down, only to lie down again.
A poem by Adolfo Lúxuria Cannibal is recited by a woman in her voice and in the voice of the author voiced over by the woman.]

Mais informações: Website externo

Equipa

Imagens [#2]:
  • ...

Dados Técnicos:
Cor | HD |

Outras informações:
Uma instalação que fica mais longe do registo cinematográfico, embora Onofre se tenha rodeado de uma equipa de cinema, com Leonardo Simões ou Patrícia Saramago. Esta é uma obra profundamente plástica que remete para os anúncios domésticos dos anos 50 protagonizados por uma espécie de Barbie perfeita e sintética. Da boca desta Barbie sai uma poesia de Adolfo Luxúria Canibal. Uma instalação que questiona também a publicidade e consumismo da sociedade moderna. Ao mesmo tempo que a imagem é apelativa, aquela Barbie ociosa de voz grossa e cava não pode deixar de nos causar uma terrível estranheza.
[http://www.artecapital.net/exposicao-323]

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB