Spell Reel (2017)

N/C

96 min

Documentário   Experimental  

Realização:  ·  Filipa César

Argumento:  ·  Filipa César

Muito se perdeu, mas o que ficou renasce agora das cinzas, como é referido a certa altura no documentário: ”Depois da guerra, os filmes ficaram expostos à chuva, ao calor e à humidade, pelo que das cerca de 100 horas de filme que existiam, apenas restam 40”. Muitas delas são apenas partes de filmes, histórias inacabadas e deixadas ao esquecimento do arquivo cinematográfico da Guiné-Bissau. O documentário coloca em foco o trabalho dos “realizadores de guerrilha”, e está repleto de imagens históricas: cenas de guerra, de bombardeamentos, dos quartéis. “Spell Reel” conta com a participação de Flora Gomes e Sana na N’Hada, ambos parte do grupo de estudantes que o governo guineense enviou para Cuba num programa especial para estudar cinema em 1967 e que contactaram directamente com o realizador francês Chris Marker – cuja relevância no cinema da Guiné-Bissau foi também relembrada neste trabalho.
[Fonte: Berlinda.org]
Adenda ao projecto Mined Soil, 2015 de exploração de memórias da Guiné-Bissau.
Ver: http://www.cinept.ubi.pt/pt/filme/9810/Mined+Soil

[The first image is in black and white, upside down and projected into a black box that then becomes the frame. It now hovers like a time capsule near a man’s face. He looks down, listening in on a female guerrilla fighter and translating her words from Fulani. Within the capsule, money is counted and paid out as a new currency, the numbers of the years run backwards in the black box. A 16-mm film glides through the man's hands and is transferred to a laptop screen frame by frame.
Filipa César's Spell Reel is the result of a multifaceted research and digitisation project that she initiated in 2011 with Sana na N’Hada and Flora Gomes. Having studied film in Cuba, the two began using the camera to observe the fight for independence in Guinea-Bissau (1963–74). After the decaying visual and audio material was digitised in Berlin, the filmmakers travelled with a mobile cinema to the places where the footage had originally been shot and showed it to audiences for the first time, adding their own commentary. They then moved on, also returning to Berlin. Spell Reel watches an archive at work to produce the present.
[Fonte: Berlinale]

Mais informações: Website externo

Videos [#1]:
  • [Trailer]
Equipa

Estreias [#1]:
  • 2018-06-21 | Portugal | Estreia
Imagens [#3]:
  • ...

  • ...

Dados Técnicos:
Cor |

Outras informações:
Co-produção entre Portugal, Alemanha, França e Guiné-Bissau
Festivais e Prémios:
# 2017 - Berlinale, Berlin International Film Festival - secção não competitiva Forum
# 2017 - DocLisboa, Competição Internacional - Menção Honrosa do Júri | e Prémio José Saramago
# 2018 - Cinéma du Réel, Festival Internacional do Documentário, secção Ir/Réel

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB